terça-feira, 16 de junho de 2009

. o que quero ser .

Por vezes desejamos transformar sonhos em abraços, transpor e transformar o incrível em tocável. Eu sonho com o que quero. Vejo-me como quero, não dimensiono a mim, pois não permito que me roubem o encantamento do novo. Não desejo o infinito, mas a felicidade do crível. Vou onde quero, passeio por paisagens e caminhos diferentes, atendo-me e atando-me às estradas e curvas que me levarão onde realmente quero chegar. Sou o que quero ser. Sou aquilo em que acredito.. Tenho e sou a chance personificada do meu desejo. Trago a doçura da felicidade aos meus dias. A força do recomeço ao meu corpo. A dor da saudade ao meu travesseiro. A esperança do novo ao novo, intrínseco ao passar do tempo. Sou feliz, embora não tenha as melhores coisas, mas vivo o que há de melhor em mim, faço das oportunidades a realidade que quero viver. Felicidade presente nas lágrimas, na dor de feridas outrora abertas, felicidade presente na busca e nas tentativas frustradas. A felicidade chegou-me por poder reconhecê-la em cada rosto que vejo, em cada abraço que recebo, em cada palavra de incentivo que escuto. Intensidade, eis meu passado. Brilhante, eis meu futuro. Perdoei erros, enterrei decepções. A vida é curta demais para que eu não permita que minhas emoções ecoem na eternidade.

3 comentários:

Laís de Ponte disse...

Muito bom!!!
=)
Achei seu blog em alguma andança pela internet e resolvi conferir!
abraços

De Tudo um Pouco... disse...

Oi prima!!!
Te encontrei...adorei o seu blog!
Estou sentindo falta dos seus recados no orkut.
Gostaria q vc visitasse e tbém fizesse parte do meu blog:
http://tukamiranda.blogspot.com

Um grande beijo,
Ivone Miranda (Tuka)

Alécia Guimarães disse...

concordo plenamente c vc, amiga!!
bjosss